As fotos deste Blog são de mérito de quem as tirou. O crédito mencionado a cada foto é de quem possui cópias ou até mesmo as originais.

sábado, 11 de junho de 2016

Livraria? Em abril de 1963 (foto autoria de Jorge Couri).



26 comentários:

  1. Parece ser na Galeria Constança Valadares

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Frequentei muito essa livraria, só vendia livros de bolso das Edições de Ouro. Ficava na então Galeria Central, hoje acho que é Epaminondas Braga, em frente ao Central, a livraria ficava quase na Halfeld.
      Rogério de Campos Teixeira

      Excluir
  2. Na minha opinião, parece ser a galeria onde está atualmente a famosa " Banca do Vasco ".

    ResponderExcluir
  3. Eu também acho que é a galeria da Banca do Vasco, Podemos ver que o número da loja é 4, portanto bem no início da galeria. Além do mais, há uma parte dela que é iluminada pelo Sol, o que não acontece nas galerias da Rua Halfeld.

    ResponderExcluir
  4. A julgar pelas vidraças e altura do revestimento das paredes, parece ser a galeria Epaminondas Braga, antiga galeria Central.
    Obs. escreveram "cosinha" nos temas dos livros.

    ResponderExcluir
  5. A foto mostra como era a Banca do Vasco. Hoje, a mesma está na mesma galeria, porém ocupando um espaço bem maior, mais para o interior da galeria. Trabalhei lá nessa época até 1965. Tibúrcio Mello Chaves.

    ResponderExcluir
  6. Essa livraria ficava na Galeria Bruno Barbosa.

    ResponderExcluir
  7. Essa foto nunca foi a Banca do Vasco, até porque ela não existia em 1963. Concordo com o Julio Moreira: ela ficava na Galeria Bruno Barbosa. O Tibúrcio deve estar delirando. KKKKKKKK

    ResponderExcluir
  8. Não banca do vasco!!! meu pai era alfaiate na galeria salzer e a banca do Sr.Vasco era na loja 16

    ResponderExcluir
  9. Ampliando a foto, podemos ler " Livros de Bolso " Edições de Ouro. Portanto, trata-se de uma livraria, sim. E a mesma ficava na Galeria Bruno Barbosa, logo no seu início ( número 4 ).

    ResponderExcluir
  10. O local não sei onde é, mas a Banca do Vasco não é ,minha tia era dona do Foto Therezinha e eu vivia ali na galeria passei minha infância e adolescência frequentando a Banca do Vasco .

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Se observar a primeira foto da para ver o letreiro da CASTELÂNDIA loja do Sr Abibi ,onde trabalhou muito tempo ZÉ KODAK,figura muito conhecida na nossa cidade.'

    ResponderExcluir
  13. Eu disse que era a Galeria da Banca do Vasco, e ainda me criticaram, falando que eu estava delirando. Tibúrcio Mello Chaves.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  14. Acontece que na Galeria Bruno Barbosa, em momento algum do dia, bate Sol. Já na Galeria Salzer, que fica com a entrada na Av. Rio Branco, dependendo do horário, o Sol ilumina muito bem a sua entrada. Tibúrcio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem sobre questão do Sol eu também concordo mas a placa com final da palavra CASTELÂNDIA e o fato da loja me paŕecer muito pequena e não ter letreiro escrito Banca Do Vasco é que me criou esta dúvida,detale o piso da galeria também parece diferente da Galeria Salzer

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  15. É claro que é uma livraria. A questão é saber onde era a sua localização.

    ResponderExcluir
  16. De forma alguma. Todas as galerias que ligam a Rua Halfeld com a Rua Marechal, e as que ligam a Rua Marechal com a Rua São joão, em momento algum do dia, batem Sol. Essa livraria estava localizada na Galeria Salzer, que tem entrada pela Av. Rio Branco, em frente ao Fórum.

    ResponderExcluir
  17. O que reforça minha convicção que não é a galeria Saldar é a loja que aparece ao lado da livraria ,aparece parte do letreiro da CASTELÂNDIA loja que fazia revelação de filmes Kodak ,e na galeria Salzer o único foto que existia naquela época era o FOTO THEREZINHA e o piso da galeria Salzer era diferente do que está aparecendo no foto , agora terminar esta polêmica é só procurar o nosso amigo ZÉ KODAK que ele vai confirmar ou não se é CASTELÂNDIA .

    ResponderExcluir
  18. Eu ontem fui ao centro da cidade e passei na galeria Epaminondas Braga, e fiquei olhando os detalhes da foto no celular e achei muito parecidos com os da galeria. Quase chegando na Marechal ainda tem a numeração antiga que parece com a da foto. Mas a ideia aí do amigo de cima é boa, vamos perguntar pro Zé e com certeza vai acabar a dúvida. Bom dia para todos.

    ResponderExcluir
  19. O mármore da lateral da porta é idêntico.

    ResponderExcluir
  20. Ótima ideia, Guto Mattos! O Marcelo ou outra pessoa que conhece o Zé Kodak deveria entrar em contato com ele para esclarecer de uma vez por todas esse impasse.

    ResponderExcluir