As fotos deste Blog são de mérito de quem as tirou. O crédito mencionado a cada foto é de quem possui cópias ou até mesmo as originais.

sábado, 17 de outubro de 2015

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Fiação e Tecelagem Antônio Meurer, Rua Espírito Santo, nº 497, em janeiro de 1965 (foto autoria de Jorge Couri).




Companhia Têxtil Bernardo Mascarenhas, em janeiro de 1965 (foto autoria de Jorge Couri).

A Companhia Têxtil Bernardo Mascarenhas foi uma fábrica de tecidos fundada em Juiz de Fora em maio de 1888 por Bernardo Mascarenhas. As inovações implementadas pelo empreendimento, como uso de energia elétrica e emprego de mão-de-obra imigrante, formaram um aspecto determinante do progresso industrial da cidade.  A fábrica encerrou suas atividades em janeiro de 1984, deixando como patrimônio sua sede, que foi utilizada para pagamento de dívidas junto ao governo. O imóvel manteve-se fechado até que a Prefeitura de Juiz de Fora assumiu sua gestão, instalando ali, com o passar dos anos, o Mercado Municipal, um Centro Cultural e a Biblioteca Municipal Murilo Mendes, entre outros (texto:Wikipédia).


quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Av. Rio Branco, Parque Halfeld, em janeiro de 1965 (foto autoria de Jorge Couri).



Av. Rio Branco, em janeiro de 1965 (foto autoria de Jorge Couri).

Foto colorizada por Ronisch Baumgratz.


Rua Halfeld, antigo Fórum de Juiz Fora, em janeiro de 1965 (foto autoria de Jorge Couri).



Desastre de automóvel na BR3, em janeiro de 1965 (foto autoria de Jorge Couri).

BR-3 era a denominação de parte da atual BR-040 até 1964, no trecho que ia da cidade do Rio de Janeiro até Belo Horizonte, passando por Duque de Caxias, Petrópolis, Areal, Três Rios e Comendador Levy Gasparian no estado do Rio de Janeiro, e Simão Pereira, Matias Barbosa, Juiz de Fora, Barbacena e Conselheiro Lafaiete em Minas Gerais (texto:Wikipédia).

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Escola Normal, Av. Getúlio Vargas, em dezembro de 1965 (foto autoria provável: Roberto Dornellas ou Jorge Couri).

 
Parte deste prédio (Escola Normal) e a casa que aparece na foto, foram demolidos para a abertura (passagem) da Av. Independência (atualmente Av. Presidente Itamar Franco).