As fotos deste Blog são de mérito de quem as tirou. O crédito mencionado a cada foto é de quem possui cópias ou até mesmo as originais.

24 agosto 2011

Av Rio Branco esquina com Rua Américo Lobo, década de 1960 (arquivo de João Batista de Araújo).

Que maravilha de foto,bons tempos, viva o Bairro Manoel Honório!!!

7 comentários:

  1. Me lembro muito bem dessa parte da cidade..., meu pai teve uma Barbearia ali na Praça Alfredo Lage(no tempo em que era PRAÇA(!) não aquele muquifo que é hoje; nas quintas feiras sempre ia à feira com ele na hora do almoço. Às vezes também pegar água fresca numa mina que tinha ali perto..., realmente bons e saudosos tempos!

    ResponderExcluir
  2. Belíssima foto. Infelizmente, não conheci nossa cidade em seu período áureo, mas tenho vivido o suficiente para vê-la tornar-se apenas mais uma cidade média típica, sem identidade.

    Uma dúvida: a garganta do dilermando, a qual podemos ver nessa foto foi construída ANTES da ligação viária da Rio Branco entre um lado e outro do morro? Pergunto isso porque podemos ver claramente, na foto em questão, o morro já "furado" e a Rio Branco apenas chegando à sua base, havendo, inclusive, uma casa no caminho da futura avenida. Sempre achei (e imagino que a maior parte das pessoas que não tiveram a oportunidade de estudar a história da cidade) que o "corte" e as obras viárias tivessem sido contemporâneas.

    ResponderExcluir
  3. Na casa ao lado da mais alta onde aponta o teto da carrocinha de pipoca foi onde nasci. Ao colega ai acima eu respondo: A "garganta do Dilermando" teve sua obra iniciada pelo dito, mas só foi concluída na gestão de: Itamar ou Mello Reis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Julio.Lembro-me de vc pequeno.Seus pais Zizico e a Luiza eram nossos vizinhos.Meu pai era dentista e morávamos ao lado. Adorei a foto e recordar esse tempo maravilhoso da minha infância.Abraços a suas irmãos,Leda Márcia,Virginia e Eliane.

      Excluir
  4. Que bairro horrível. Sujo, feio, cavalo pastando na rua, aquela casa no meio da garganta simboliza o fim do mundo!

    ResponderExcluir
  5. O bairro sempre foi o máximo e disputava com São Mateus o posto de bairro mais desenvolvido da cidade e, sem dúvida, era!

    ResponderExcluir
  6. O saldo atual é de desprezível balanço: o ataque de espigões e a qualidade de vida indo para o mesmo nível do resto da cidade.

    ResponderExcluir