As fotos deste Blog são de mérito de quem as tirou. O crédito mencionado a cada foto é de quem possui cópias ou até mesmo as originais.

sábado, 31 de julho de 2010

Rua Sampaio com rua Batista de Oliveira. Na esquina a construção do Ed. Lander, em 1925 (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Igreja de Santa Rita de Cássia, bairro Bonfim, em 1936 (Foto tirada por Alberto Surerus Moutinho).

Foto tirada da varanda do sítio Vila Martha entre 1936 à 1938 por  Alberto Surerus Moutinho.

Da esquerda para direita, Adolpho Surerus, Paulo Surerus, Oscar Surerus & João Miller, em 1920 (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Um dos primeiros veículos da cidade!

Av. Getúlio Vargas, Henrique Surerus e Irmãos (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Rua Sampaio, em 1920 (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Rua do Sampaio, vendo-se acima casas da rua Antônio Carlos. A área livre é parte do colégio Granbery e era conhecida como o campo das moças e que ficava em frente ao prédio principal.

Rua Batista de Oliveira, Henrique Surerus e Irmaos, em 1914 (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Rua Sampaio com rua Batista de Oliveira, em 1926 (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

No Local hoje está construído o ed Lander. A escrita na frente da foto é de Mr Moore.

Rua Sampaio com rua Santa Helena em 1922 (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Rua Batista de Oliveira com rua Sampaio, em 1972 (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Vêem-se o colégio Granbery e o campo de futebol do mesmo.

Av. Getúlio Vargas, Henrique Surerus e Irmaos, em 1907 (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Colégio Mineiro, em 1928 (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Av. Rio Branco (rua direita), hoje Fórum Benjamim Colucci.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Praça do Riachuelo e ao fundo o Jardim da Infância, em 1928 (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Primeiro passeio durante a minha estadia em Juiz de Fora em junho de 1918 - G. Schubert - (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

No carro de gravata borboleta preta é Alberto Surerus morto em 1925  no Rio de Janeiro ao tentar descer do trem e caindo debaixo das rodas da composição. A direita da foto na penúltima moto na carregadeira  de bigode Rodolfo Surerus. Não sei indentificar quem é G.Shubert a maioria é da família Surerus.

Igreja da Glória e vista panorâmica da cidade (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Vêem-se à torre da igreja da Glória e a direita o terreno onde foi construída a Cervejaria Germânica e que também funcionou por muito temo a CCPL (av. dos Andradas).

Bairro Botanágua, hoje Costa Carvalho, em 1928 (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Tenho dúvidas, será que a igreja que aparece é a de São José?

Ponte do Zamba na divisa de Juiz de Fora e Matias Barbosa (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Bairro da Tapera, hoje Santa Terezinha, em 1928 (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Morro do Cristo em 1928 (Arquivo Alberto Surerus Moutinho).

Vêem-se à esquerda o castelinho da rua Tiradentes esquina com rua Floriano Peixoto, onde funcionou a conservadora Juiz de Fora por um bom período

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Chapelaria Globo. Década de 1930 ou 1940 (Arquivo de Humberto Ferreira).

 Foto colorizada por Ronisch Baumgratz.

Carro da Fazenda do Paysandu, bairro Retiro.Foto tirada em 26 de maio de 1935 (Arquivo de Humberto Ferreira).

Fábrica Costa & Irmão, em 1915, do Álbum do Município de Juiz de Fora de Albino de Oliveira Esteves de 1915 (Arquivo de Marcelo Lemos).

Fábrica Carlos Stiebler, em 1915, do Álbum do Município de Juiz de Fora de Albino de Oliveira Esteves de 1915 (Arquivo de Marcelo Lemos).

Cervejaria Germania, em 1915, do Álbum do Município de Juiz de Fora de Albino de Oliveira Esteves de 1915 (Arquivo de Marcelo Lemos).

Rua Santo Antônio. Bertu`s Restaurante. Revista Razões de 1979 (Arquivo Ramon Brandão).

Viação Santa Luzia. Revista Razões de 1979 (Arquivo Ramon Brandão).

Bairro? Revista Razões de 1979 (Arquivo Ramon Brandão).

Av. Brasil, próximo a ponte da Benjamin Constant. Revista Razões de 1979 (Arquivo Ramon Brandão).