As fotos deste Blog são de mérito de quem as tirou. O crédito mencionado a cada foto é de quem possui cópias ou até mesmo as originais.

16 agosto 2015

Ginásio Secundário e Colégio Comercial São Luiz, Rua Santo Antônio, nº1130, em setembro de 1969 (foto autoria provável: Roberto Dornellas ou Jorge Couri).



7 comentários:

  1. Fiquei curioso para saber o que estava escrito no asfalto, então apliquei um corretor de perspectiva do photoshop e consegui ler. Segue abaixo a mensagem exatamente como estava escrita:

    " Dia 20, às 21 HS
    CÍRCULO MILITAR
    NOITE"

    ResponderExcluir
  2. Estudei aí, na época chamava-se Cezas

    ResponderExcluir
  3. Estudei neste colégio e na época ganhei uma medalha de Honra ao Mérito da Secretaria de Educação pela melhor redação do colégio. O tema da redação foi "O livro". Tenho boas recordações desta época. Hoje tenho 66 anos sou bióloga e docente na Universidade Federal de Uberlândia. Estudei em 1966 a 1968.

    ResponderExcluir
  4. Sou um ex-aluno do São Luís, início da década de 60. Recordo, com saudade, de queridos professores: Villas Boas (Desenho), Delmo (Matemática), Schimidt (Matemática), Miranda (Inglês e Francês), Monsenhor Ferrer (Francês),
    dentre outros. Em 1961, o São Luís foi Campeão Colegial de Juiz de Fora (Futsal), quando vencemos: o Machado Sobrinho, por 5 x 3, o Vianna Júnior, por 7 x 2, e a
    Academia de Comércio na final por 6 x 3, três meus (Celso) e três do Rogério Lovise. Time: Cleber, Pedro, Beco (Roberto), Celso e Lovise. O diretor, Cívis Gonçalves, dispensou todo o noturno para prestigiar esta final. Jogo na antiga quadra do Glória. Muito empolgante esta final. Saudades.

    ResponderExcluir
  5. Civis Gonçalves era o meu tio casado com a saudosa tia Vanda

    ResponderExcluir
  6. Guardo do seu tio, Prof. Civis, a mais terna lembrança. Eu havia feito os dois primeiros anos do antigo ginásio na Academia de Comércio, uma escola extremamente rígida, de padres, quase todos alemães que haviam saído da Europa durante a Segunda Grande Guerra. No São Luís nada perdi nos ensinamentos, mas ganhei, e muito, com a solidariedade e amizade dos professores e colegas. Tudo sob a coordenação do seu tio. A matemática que aprendi com o Prof. Delmo Gonçalves me vale até os dias de hoje. Sou eternamente grato a todos.

    ResponderExcluir